Saúde para toda vida

O conceito de saúde e de bem estar foi moldado durante o passar dos anos e enfrentou suas principais mudanças por conta dos avanços tecnológicos e da ciência. Desde as primeiras civilizações, as que mais se preocupavam com a saúde foram as que mais prosperaram.

Considero que a saúde e o bem estar podem ser vistos como recursos sociais e pessoais que todos devemos buscar diariamente, pois nós seres humanos temos o privilégio de sermos racionais, portanto, vale a pena se cuidar né?

Até porque hoje em dia está cada vez mais fácil fazer atividade física de qualidade sem gastar nada.

Existem diversos recursos que podemos acessar livremente, desde vídeos no youtube a artigos científicos profissionais que podem nos ajudar a entender a importância da pratica de esporte e atividade física.

Mas afinal, qual mensagem queremos trazer com esse post?

Se o nosso corpo é nosso templo, não devemos deixa-lo abandonado, pois o tempo pode trazer coisas ruins que muitas vezes não fazemos ideia da existência.

Portanto cuide-se bem.

Evite exageros, se alimente de forma correta e pratique atividade física, tudo isso só vai te trazer coisas boas.

Dica: Que tal uma massagem relaxante pelo menos uma vez por mês? Pode não parecer, mas faz muita diferença!

3 Passos para melhorar sua saúde física e mental

Não é novidade pra ninguém a necessidade que temos de buscar melhorias para nossa saúde, seja se matriculando em uma academia, convidando um amigo para realizar atividade física ou até mesmo mudando alguns hábitos alimentares.

Mas você sabia que apenas 20% das pessoas conseguem manter essas mudanças por mais de 2 ou 3 semanas?

A resposta é simples.

A falta de planejamento faz com que aquela vontade repentina acabe diminuindo até acabar completamente.

Então para te ajudar a gente separou 3 dicas para melhorar sua saúde física e mental de verdade e não de forma passageira

  1. Planeje-se e estipule metas a serem alcançadas: Como já dissemos nesse post a falta de planejamento é um dos principais motivos que geram desistência nas mudanças de hábito. Quer começar a correr? Estipule quantos dias da semana e quanto tempo você vai dedicar aquilo e fique firme em busca do objetivo.
  2. Não se prenda a alguém por conta da companhia: É claro que fazer atividade física com um amigo melhora o desempenho, contudo, se você está focado no seu objetivo não deixe que desistências ou falta de interesse te façam desistir.
  3. Faça o que você mais gosta de fazer: Esqueça a história de que existe a atividade física certa a fazer, faça o que você mais gosta, você é apaixonado pela natureza? Priorize caminhadas em parques e locais arborizados. É amante do futebol? Participe da sua pelada aos fins-de-semana e prepare-se na esteira durante a semana.

Envelhecer com saúde

Olá meus amigos leitores, esse é o primeiro post do nosso blog e eu estou muito feliz em te receber aqui. Já começo a nossa conversa com uma reflexão que marcou a minha vida: Será que envelhecer significa perder a saúde?

Eu sempre tive medo de envelhecer, até o momento em que eu comecei a entender um pouco mais sobre o assunto.

Mas o que é envelhecimento?

O envelhecimento é um processo gradual natural que apresenta várias mudanças biológicas no ser humano, digamos que é “quando chega a conta”.

Ok, isso você já sabia, mas afinal, é possível envelhecer com saúde?

A resposta certamente é sim.

Durante a maior parte da minha vida adulta eu tive uma rotina sedentária, repleta de exageros e falta de atividade física, eu tinha certeza de que o meu envelhecimento seria duro por conta disso, até que por meio de ajuda profissional e força de vontade resolvi mudar a minha vida e aos 45 anos comecei a caminhar, fazer passeios de bicicleta e corrida.

Hoje aos 55 posso dizer que me sinto mais jovem que 10 anos atrás e tudo isso se deve a saúde e bem-estar proporcionadas pelas atividades físicas durante o envelhecimento. Nunca desista de seus objetivos.

Água – aliada da saúde e do bem-estar

Não podemos viver sem água. A água compõe uma grande proporção do nosso peso corporal (quase dois terços do nosso corpo é composto de água) e é distribuído por todo o corpo. A água é o principal componente de fluidos corporais, e. sangue, saliva e urina, que desempenham diferentes funções importantes no corpo.

Em geral, nosso corpo possui um mecanismo bem controlado para regular a concentração de solutos em fluidos corporais e é sensível a mudanças muito pequenas.

A quantidade de água em nosso corpo é ajustada para garantir que a concentração de solutos no nosso fluido corporal seja mais ou menos constante.

Mas afinal quando devemos beber mais ou menos água?

A resposta é muito relativa e fatores como atividades físicas ou exercícios podemos nos dar a impressão de maior necessidade de água, porém é importante lembrar que mesmo sem fazer exercícios nosso corpo necessita de bastante água para se manter saudável.

Uma boa dica é sempre ficar atento a cor da urina, ela é um indicador de boa ou má hidratação, por isso devemos nos manter sempre atentos a esse fator.

O que você está achando do nosso conteúdo? Tem alguma dica ou sugestão bacana para nos ajudar a melhorar? Deixe seu comentário abaixo.